Perguntas Frequentes


1) O que é o Sistema Shinobi Keiko Kai?

O Sistema Shinobi Keiko Kai é um sistema marcial voltado para o estudo e a prática de artes maciais tradicionais e contemporâneas de diversas culturas e que tem por objetivo desenvolver uma nova metodologia marcial a partir da junção equilibrada de conceitos antigos e modernos.



Sendo assim, em sua parte tradicional, estuda diferentes técnicas de combate na forma que elas foram planejadas para serem utilizadas no campo de batalha do Japão Feudal, empregando todos os meios necessários para neutralizar o mais rápido possível os ataques.  No ponto de vista contemporâneo, procura se adequar as novas necessidades de sobrevivência.

O conjunto de especializações do Sistema engloba, entre outros, o estudo e a adaptação à realidade contemporânea das 18 categorias de artes marciais tradicionais japonesas (Bugei Juhappan) e das 18 categorias de técnicas secretas (Ninja Juhakkei). Combinadas, estas duas categorias formam os 36 conhecimentos básicos do Ninpo (Ninpo Sanjurokkei).

Também é treinado o Bushcraft, ou artes mateiras, que é a arte de viver junto à natureza, com ou sem ferramentas modernas, retirando recursos necessários ao seu bem estar e sustento, incluindo habilidades de fazer fogo, rastreamento, caça, pesca, construção de abrigos, uso de ferramentas como facas e machados, artesanato de utensílios com materiais naturais como cordas e tantas outras técnicas de sobrevivência no meio natural.


2) Qual é a história Sistema a Shinobi keiko kai?

Em resumo, o Sistema Shinobi Keiko Kai começou a ser idealizado em meados de 2010 pelo Dai Sensei Renan Zerbini que, até então, não tendo encontrado uma arte marcial capaz atender suas expectativas, deu início à estruturação de um novo sistema a partir da junção de conceitos antigos e modernos de combate. Assim, com o intuito de manter vivo o verdadeiro espírito Shinobi e objetivando uma arte marcial completa que visava a qualidade de vida, o respeito, a disciplina, a autodefesa e a sobrevivência na selva urbana, fundou ofocialmente em 01 de julho de 2013, o Sistema Shinobi keiko kai de Arte Marcial, juntamente com o Dai Sensei Alex Raeff, na época o seu aluno mais antigo.


3) O Sistema Shinobi Keiko Kai é um estilo de Ninjutsu ou de MMA?

O Shinobi Keiko Kai NÃO É UMA ESCOLA DE NINJUTSU E TAMBÉM NÃO É UM ESCOLA DE MMA. É uma organização voltada para o estudo e a prática de artes maciais tradicionais e contemporâneas de diversas culturas.

O sistema completo de arte marcial da Organização  Shinobi Keiko Kai, denominado Shinobi Do Jutsu, foi desenvolvido a partir do agrupamento de técnicas antigas e modernas de defesa pessoal, e tem como fundamento a estrutura do ninjutsu. Nele, as técnicas antigas se unem de forma harmônica à conceitos modernos de combate. É, portanto, um sistema dinâmico, eficiente e instintivo que se enquadra nas necessidades/realidades da vida moderna, visando a qualidade de vida, o aprimoramento do caráter, a autodefesa e a sobrevivência na selva urbana.



4) O Sistema Shinobi Keiko Kai é ligado a alguma outra escola de arte marcial?

O Sistema Shinobi Keiko Kai não tem nenhuma ligação com qualquer outra organização, escola ou estilo de arte marcial. Somos um sistema independente e seguimos o nosso próprio caminho.


5) Porque criar um novo estilo de arte marcial se já existem tantos outros por aí?

Com o passar do tempo, a maioria das artes marciais transformaram-se em meros esportes de combate - muitos deles violentos - e se concentraram em determinadas especializações, deixando de lado o entendimento marcial global propriamente dito.

A competição tornou-se uma necessidade e vencer a qualquer custo transformou-se no maior objetivo. Muitos dos princípios e valores sobre os quais as artes marciais foram idealizadas, ficaram apenas na retorica e/ou foram deixados de lado.

Como buscávamos algo diferente do padrão comercial e na época  não existia nada que nos atendessem, optamos então por criar o nosso próprio sistema marcial, onde colocamos em prática os nossos ideais e sanamos nossas expectativas através de estudos aprofundados e de experiências adquiridas ao longo de uma vida de treinamento.

Isto posto, o Sistema Shinobi Keiko Kai surgiu tanto para tentar resgatar os princípios e valores esquecidos pelos esportes modernos de combate quanto para atender o ideal de pessoas sonhadoras que há muito buscavam por uma arte marcial completa, como eram treinadas em suas origens, cujo o foco principal fosse a sobrevivência de um modo geral e não a competição.

Por fim, em sua concepção, este sistema foi estruturado para ser uma arte marcial séria, não competitiva, sem mentiras e conflitos pessoais envolvidos ou guerra por poder. O objetivo é que os praticantes façam parte de um todo e se ajudem mutualmente. O respeito, sem fanatismo, a organização, a perseverança e a determinação são os pontos fortes de todos os treinamentos e deles extrapolados para a vida toda.

6) Porque não existe campeonato dentro do Sistema Shinobi Keiko Kai?

O Sistema Shinobi Keiko Kai, como arte marcial, segue uma linha mais tradicional e não compreende a ideia da competição pela competição. Um campeonato transformaria o Sistema em prática desportiva, o que desvirtuaria o seu propósito. O Sistema Shinobi Keiko Kai visa proteger o seu praticante, fazê-lo crescer e vencer seus próprios obstáculos. É uma via marcial, não um esporte.


7) Como é realizado o treinamento dentro do Sistema Shinobi Keiko Kai?

No Sistema Shinobi Keiko Kai existe uma estrutura formal de aula e um Mokuroku que devem ser seguidos. Os exercícios são transmitidos de modo organizado e gradativo, para que o aluno possa interiorizar bem as técnicas. Para cada graduação existem técnicas específicas que vão evoluindo à medida que os alunos vão se graduando.

Os treinamentos básicos de sala de aula são complementados com seminários e  treinamentos de campo. Também são realizados treinamentos de campo com pernoite, são os chamados Gasshuku, onde se realizam palestras e exercícios direcionados a um tema específico, sendo as atividades noturnas focadas na parte mais tradicional do Ninjutsu, forçando os alunos a vivenciarem tudo aquilo que aprenderam até então.


8) O Sistema Shinobi Keiko Kai é melhor que as outras escolas de arte marcial?

Não somos melhores nem piores do que ninguém. Temos o nosso propósito e seguimos o nosso próprio caminho.


9) Existem turmas específicas para principiantes?

Não, pois trata-se de num processo de aprendizagem mútua onde se misturam novos e velhos, fortes e fracos, homens e mulheres, iniciantes e mais graduados. Cada um segue o seu ritmo e os mais experientes respeitam o ritmo dos menos experientes, e zelam pela sua aprendizagem e segurança.


10) Que benefícios pode trazer a prática do Sistema Shinobi Keiko Kai?

A prática do Sistema Shinobi Keiko Kai oferece um pouco de tudo: um convívio saudável entre todos, um treino físico leve ou um treino enérgico e cardiovascular, flexibilidade, força, postura, exercícios respiratórios, uma filosofia de vida, divertimento, uma mente mais consciente, um método de defesa pessoal, tranquilidade e calma, e uma forma de estar diferente. Podemos aproveitar tudo isso, ou apenas as partes que nos interessam mais. Todavia, o Sistema Shinobi Keiko Kai para ser entendido na sua totalidade deve ser praticado na sua totalidade.


11) Existe algum limite de idade?

Pessoas acima de 5 anos podem praticar o Sistema Shinobi Keiko Kai. Tudo que você precisa é o desejo e o compromisso de aprender.


12) Como é desenvolvida a segurança no treinamento?

O Sistema de Combate da  Shinobi Keiko kai não é um esporte e sim um sistema marcial na própria concepção da palavra. Aqui estudamos efetivamente uma arte guerra, não apenas trocamos socos e chutes, como na maioria dos esportes marciais de contato. O aluno, quando entra no Shinobi Keiko kai, passa a estudar tanto a parte técnica quanto a parte teórica da arte e isso da um embasamento muito forte para a segurança individual e dos companheiros de treinos. Também temos um Reigi Saho (regras de conduta e etiqueta) muito rígido que deve ser seguido por todos, dentro e fora do espaço de treino.

Outro ponto que damos uma ênfase muito grande é a relação entre uke (o atacante / aquele que recebe o golpe) e nage (o defensor / aquele que aplica o golpe). Ao contrário da maioria das outras artes marciais onde o praticante treina contra um oponente, no Sistema Shinobi o aluno treina com um companheiro. Ou seja, não existem relações de competição no Sistema Shinobi e um não deve querer subjugar o outro. Ao invés disso, cada qual é a metade de um todo e ambos têm a mesma responsabilidade tanto pelo aprendizado e pela experiência a ser adquirida quanto pela segurança no treinamento.

Além disso, as técnicas seguem um Mokuroku, ou seja, são passadas de forma gradativa, na medida em que os alunos vão se graduando. Isso vale tanto para as técnicas armadas quanto para as técnicas desarmadas. Outro ponto importante é em relação às armas com lâminas. O primeiro contato do aluno com esse tipo de armamento é realizado com armas confeccionadas em madeira ou sem fio. Esse tipo de cuidado contribui para o aprimoramento técnico e evita acidentes. Contudo não podemos nos esquecer que treinamos uma arte marcial e que essa deve ser efetiva. Com o tempo os alunos passam a treinar com armas de verdade, mas isso só ocorrer depois de um longo processo de aprimoramento técnico e psicológico.


13) Como é o sistema de graduação?

O sistema de graduação segue o padrão Kyu/Dan, adaptado ao sistema hierarquico das famílias shinobi (genin, chunin e jonin) onde, para atingir a faixa preta, o aluno iniciante passa pelo ciclo básico de 9 graduações (kyu) - faixa branca, cinza, amarela, vermelha, laranja, verde, azul, roxa, marrom e preta. Ao atingir a faixa-preta, o sistema passa a ser o tradicional Menkyo (licenças de transmissão de conhecimentos):

  • Dan e 2º Dan: Título de Shidōin (Instrutor) e Licença de Shoden (permissão para ensinamentos básicos, supervisionado por um Sensei); 
  • Dan e 4º Dan: Título de Sensei (Professor) e Licença de Chuden (permissão para ensinamentos intermediários);
  • Dan e 6º Dan: Título de Sensei (Professor) e Licença de Joden (permissão para ensinamentos avançados);  
  • Dan ao 9º Dan: Título de Sensei (Professor) e Licença de Okuden (permissão para ensinamentos secretos);  
  • 10º Dan: Título de Dai Sensei (Grão-Mestre ou Grande Mestre) e Licença de Menkyo Kaiden (permissão total de ensinamentos);


14) Com que frequência ocorrem as mudanças de graduação?

1) Faixas branca, cinza, amarela, vermelha, laranja, verde, azul: a cada 6 meses; 2) Faixa roxa: a cada 1 ano; 3) Faixa marrom: a cada 2 anos; 4) Faixa preta de 1º e 3º Dan: a cada 2 anos; 5) Faixa preta 3º Dan: 3 anos; 6) Para as demais graduações: por indicação.


15) Quais as graduações dos líderes da Organização?

Os Kaiso (Líderes Fundadores da Organização) não possuem uma graduação padrão mas têm a posição hierárquica mais alta dentro do Sistema. Eles recebem o Título de Dai Sensei (Grão-Mestre ou Grande Mestre), a Licença de Menkyo Kaiden (permissão total de ensinamentos) e não seguem o padrão Kyu/Dan de graduação.


16) É possível assistir ao treino?

Claro! São todos bem-vindos. Recomenda-se, entretanto,  comparecer um pouco antes do início das aulas para obter informações e tirar dúvidas.


17) Qual é o uniforme utilizado e os materiais necessários para a prática?

O uniforme utilizado é preferencialmente o Keiko Gi preto e excepcionalmente o branco, podendo ser complementado com a Jikan Tabi (bota) e a Kyahan ("polainas" japonesas). Já os materiais necessários para a prática são: luva de boxe, protetor peitoral, óculos de proteção e algumas armas que deverão ser confeccionadas ao longo do tempo. Também poderão ser utilizados outros protetores corporais como o protetor bucal, o de canela, o de braço e o de cabeça.


18) Como faço para me inscrever?

Havendo vagas disponíveis, o aluno deverá ler e concordar com as Regras de Conduta do Sistema (Reigi Saho), bem como estar ciente das taxas cobradas e concordar com as mesmas. A inscrição é feita presencialmente e com a anuência do instrutor.


19) Quais as taxas a serem pagas?

As taxas a serem paga são a mensalidade, que varia de acordo com a Unidade, e a taxa de exame de graduação. Algumas Unidades poderão cobrar taxa de matrícula.


20) Quais as expectativas para o futuro do Sistema Shinobi Keiko Kai?

As expectativas futuras são as melhores possíveis. Atualmente, após 5 anos de existência formal, podemos afirmar que já estamos consolidados no mercado e que já somos uma das referências das artes marciais em Brasília -DF.

Nossa Fanpage no facebook conta com mais de mil e quinhentos seguidores e a nossa home page oficial já recebeu mais de doze mil visitas de diversas partes do Brasil e do mundo.

Em breve esperamos aumentar tanto o número de turmas e de escolas quanto as aplicações de cursos extra Dojo, fatores atualmente limitados pelo baixo número de professores qualificados, visto o prazo médio de formação que é de aproximadamente dez anos de treino.